Canteiros - Aromaterapia para o Corpo e a Alma | Os 12 Óleos Sagrados Citados na Bíblia
465
single,single-post,postid-465,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-6.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.4,vc_responsive
 

Os 12 Óleos Sagrados Citados na Bíblia

15 fev Os 12 Óleos Sagrados Citados na Bíblia

Os 12 Óleos Sagrados Citados na Bíblia

Muito se tem falado sobre as propriedades físicas, mentais e emocionais dos óleos essenciais mas pouco se comenta sobre seus poderes espirituais.
Nesse informativo vamos abordar os 12 óleos mais citados em livros bíblicos resgatando um pouco conhecimentos já quase esquecidos. A ajuda dos óleos essenciais será de grande valia para enfrentarmos esse imprevisível ano de 2012.

Sândalo (Santalum album)

O aroma envolvente do sândalo permite que a mente acesse estados de meditação profunda nos conectando com o divino e o infinito. O sândalo tem a capacidade de alinhar todos os chakras e de ligar a energia Kundalini ao chakra coronário. Possibilita estarmos totalmente em nosso corpo.
Estimula as glândulas pituitária e pineal por possuir cerca de 90% de sesquiterpenos, que oxigenam o cérebro. Uma ferramenta preciosa para quem quer meditar.

“A frota de Hiran, que trazia o ouro de Ofir, trouxe também grande quantidade de madeira de sândalo e pedras preciosas.” (1 Reis, 10:12).

Cássia (Cinnamomum cassia)

A cássia acorda a mente e desperta a espiritualidade. É um bom óleo para o chakra básico ou sacro.
Energeticamente trabalha para liberar as memórias de escravidão gravadas nas profundezas do inconsciente.
Era um dos principais ingredientes dos incensos de antigos templos. Muito semelhante à canela, deve ser usado com critério, bastante diluído, pois pode queimar a pele. No difusor envolve o espaço com seu cheiro doce e quente.

Abre o terceiro olho, limpa as energias acumuladas no corpo e no ambiente, alegra o coração e desperta a sensualidade.

“Tuas vestes são pura mirra, aloés e cássia. Instrumentos de corda nos palácios de marfim te festejam.” (Salmos 45:9)

Cedro (Cedrus atlantica)

Firmeza, retidão, equilíbrio são as mensagens do cedro. Nele reside o espírito da integridade, da estabilidade e da solidariedade. Por isso é indicado para aqueles que se sentem fracos, sem foco, para os que amam demais, para os que não conseguem perdoar.

Sua energia purificadora ajuda liberar toxinas emocionais, relaxa a mente muito analítica, dá-nos força, clareza e determinação.

O óleo de cedro atua nos chakras cadíaco e da garganta.
Talvez tenha sido um dos primeiros óleos a ser extraídos já que era usado pelos egípcios no processo de mumificação.

No Tibet ainda hoje é usado na medicina e na meditação por aumentar a concentração e fortalecer a conexão com o Divino.

Como é um mucolítico poderoso, o cedro também nos ajuda a dissolver os “catarros mentais” que podem entupir nossas mentes.

“Como a a palmeira florescerão os justos, elevar-se-ão como o Cedro do Líbano.” (Salmos 91,13)

Cipreste (Cupressus sempervirens)

O óleo de cipreste é o mais indicado em tempos de transição e mudanças. Ajuda a superar dores de perdas, como luto ou o fim de um relacionamento. A frequência do cipreste permeia o material e o espiritual, a vida e a morte física.

Ajuda a restabelecer a capacidade de fluir com a vida, sem stress ou ansiedade decidir os próximos passos.
Oferece força e proteção energética para os que estão inseguros, vulneráveis, sem objetivo.

É uma boa proteção para aqueles que trabalham com cura pra que sua energia vital não fique exaurida.
Cipreste equilibra os excessos, favorece o fluxo natural dos acontecimentos mas também tem efeito repressor sobre os fluidos do corpo. Sempervirens significa sempre vivo. As portas de cipreste do templo de São Pedro, em Roma, não mostram sinais de decadência mesmo depois de 1.200 anos.

“E Hiran mandou essa mensagem a Salomão: ‘Ouvi a ordem que me dirigiste e cumprirei todos os teus desejos no tocante às madeiras de cedro e cipreste'” (Reis, 5:22).

Olíbano (Boswellia carteri)

Também conhecido como Incenso, essa resina sagrada opera, muito além do campo áurico, nas esferas celestes, nos reinos de luz.

Mantendo a sabedoria de eras ele atende àquilo que lhe é pedido, se adaptando ao estado espiritual da pessoa que o procura.

Remove energias malévolas, afasta formas pensamento e miasmas. Em caso de perda ou choque, quando o espírito sai do corpo, o olíbano pode delicadamente o trazer de volta.

O incenso nos ajuda reconectar com nossa essência divina e eterna. Tem sido usado há pelo menos 3 mil anos e foi um dos presentes levados pela rainha de Sabá ao rei Salomão e pelos reis magos a Jesus. Era tão ou mais valioso que o ouro.

Tem a capacidade de aprofundar a respiração proporcionando a união do corpo com a mente superior e induzindo ao estado meditativo.

Usado no sexto chakra (terceiro olho) ajuda na percepção da verdade e na clarividência. Lava os vínculos com o passado.

Expande o chakra coronário que nos conecta com forças universais e realidades não perceptíveis.

Tisserand nos recorda seu uso “na expulsão dos maus espíritos, se pensarmos nesses espíritos como obsessões, medos e ansiedades que podem ter se manifestado como doenças físicas”.

“O que vem a ser aquilo que sobe do deserto, como coluna de fumaça, exalando mirra e incenso e todos os perfumes dos mercadores?” (Cânticos 3:6)

Gálbano (Ferula galbaniflua)

Este é um óleo que proporciona a disseminação de idéias arraigadas e ultrapassadas resultando na possibilidade de total entrega ao Criador.

Fortalece propósitos nobres, dissipa a tristeza e afasta a falsidade. O gálbano parece se comunicar com as camadas mais profundas do self permitindo a revelação gradual da verdade. Indicado para emoções extremas. “O gálbano representa os elementos do Ar naquele incenso poderosíssimo de Tetragrammaton cuja invenção é atribuída a Moisés.”

Ajuda a manter o idealismo e a confiança no eu divino. É usado em rituais de purificação e curas holísticas. Para os que buscam sua verdade interior. Fortalece a fé. Seu aroma é lenhoso, balsâmico, intenso.

“O Senhor disse a Moisés: ‘Arranja essências aromáticas: resina, âmbar, gálbano, substâncias aromáticas e olíbano puro em partes iguais.
Prepararás um incenso perfumado, composto segundo a arte da perfumaria, bem dosado, puro e santo.'”
( Êxodo 30:35:36)

Hissopo (Hyssopus officinalis)

O hissopo é usado como erva de limpeza desde os hebreus e os egípcios. É um óleo precioso para limpar qualquer ambiente onde se deseja meditar, orar ou curar. Ele acalma nossos conflitos e lutas internas e dissipa a densidade do medo. Limpa os corpos sutis e o corpo material.

É uma erva sagrada de proteção e limpeza. Auxilia na auto-aceitação e atrai a alegria perdida pelos fardos da culpa e do dever.

O hissopo expande a energia dos pulmões proporcionando uma respiração mais adequada à meditação contemplativa.
Energeticamente permite a descoberta de medos intensos escondidos no subconsciente. É um bom óleo para pessoas severas porque ensina a gentileza consigo mesmo e a tolerância com o outro.

Afasta formas pensamento, emoções densas e negativas, depressão. Esfregar o óleo de hissopo nos ombros alivia a tensão de fardos emocionais.

No chakra do plexo solar para liberar energias estagnadas no cólon. Pode ser usado para limpar e equilibrar todos os plexos.

Hissopo é antistress e regulador de pressão. Mas é principalmente uma erva de purificação. “É quente, de gosto amargo e tem poderoso efeito sobre a mente, livrando-a rapidamente dos escombros”.

“Purifica-me com hissopo e ficarei limpo! Lava-me e ficarei mais branco que a neve!” (Salmos 51:9)

Mirra (Commiphora myrra)

A mirra é a primeira planta aromática mencionada na Bíblia onde recebe o nome de bdélio. Seu odor é cálido, picante, balsâmico.

O uso prolongado do óleo de mirra ajuda a pessoa se libertar de condicionamentos da consciência de massa, possibilitando que o ser desenvolva suas normas guiadas pela Fonte Superior. Estimula a autoconfiança, promove a fé, dissipa a ilusão, desfaz as densas paredes que a aprisiona à matéria. A vibração da mirra gera uma sensação de se estar envolvido numa fumaça amorosa e protetora. Abre o coração.

Há pelo menos 5 mil anos que a humanidade usa a mirra para purificar, proteger, curar e conectar-se com forças superiores.

A mirra é particularmente valiosa para pessoas que se sentem presas emocional ou espiritualmente e para aqueles que têm medo de expressar suas emoções. É o óleo da confiança e da consciência. Move os líquidos do corpo, cicatriza cortes e feridas do corpo e da alma, embeleza a pele e reforça crenças justas. Alivia as dores dos curadores que de outros as carregam.

“Já perfumei meu leito com mirra e aloés e canela.” (Provérbios 07:17)

Murta (Myrtus communis)

A fragrância da murta permite o acesso ao puro e ao absoluto, onde o ego não entra, onde o todo é uno e o uno torna-se o todo.

Seu espírito é a verdade, o perdão e o amor divino. Equilibra as características do feminino e do masculino favorecendo a harmonia e a resolução de conflitos internos. A murta era consagrada à Mãe do Céu sumeriana, Marienna. A deusa Afrodite também era representada por esse arbusto, assim como os romanos consagravam a murta à deusa Vênus.

O óleo de murta nos ajuda a compreender a natureza impermanente da matéria. Compreendendo isso torna-se mais fácil resolver o conflito entre a imortalidade da alma e a impaciência da personalidade. Representa o Feminino Sagrado.

O Dr. Penõel pesquisou o óleo de murta para normalizar desequilíbrios hormonais da tireoide e dos ovários.

Segundo Maomé, Adão caiu do Paraíso trazendo consigo três coisas: a murta, rainha das flores de perfume doce; uma espiga de trigo, alimento básico; e tâmaras, fruta altamente apreciada.

“Saí para a região montanhosa e trazei ramos de oliveira, de cipreste e de murta, palmas e ramos de árvores frondosas para fazer tendas, como está escrito”. (Neemias 8:15)

Benjoin (Styrax benjoin)

A resina de benjoin é a titular da energia do fogo e do sol. Abre a mente, aquece o coração, conecta a alma ao espírito imortal.

Abre os caminhos para a compreensão do ser, para a tomada de decisões do coração para escutar as mensagens da alma.
É o óleo da iluminação e da proteção espiritual. era usada para “expulsar demônios”. Bom para quem está triste, solitário.Era conhecido com Bálsamo sendo um dos ingredientes do azeite da santa unção. Tisserand nos fala:

“É também um dos ingredientes clássicos do Incenso Sagrado, sendo usado desde a antiguidade para expulsar maus espíritos […] Sendo regido pelo sol, o benjoin tem uma ação energizante e estimulante de longo alcance: parece ter a habilidade de ‘derreter’ obstáculos.”

“Porventura não há bálsamo em Gileade? Ou não há lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo?” (Jeremias 8:22)

Ládano (Cistus ladanifer)

Também conhecido rosa de saron e onicha. Esta é a fragrância das profecias, das visões e das missões verdadeiras.

Estimula a sabedoria, fixa na memória conhecimentos importantes, traz à consciência o espírito universal e a auto consciência.

O óleo essencial tem odor pungente e marcante e pode ser usado ao longo da coluna vertebral para melhorar a imunidade.

A planta produz uma bonita flor com suave perfume de mel.

“O Senhor falou a Moisés: Pega aromas de primeira qualidade: cinco quilos de mirra virgem, dois quilos e meio de cinamomo, dois quilos e meio de cisto aromático, cinco quilos de cássia, segundo o peso do santuário, e nove litros de azeite de oliva. Farás disto um óleo para unção sagrada.” (Êxodo 30:22 a 25)

Nardo (Nardostachys jatamansi)

Conhecido como jatamansi, na Índia, o nardo ou spikanardo é um dos melhores óleos para acalmar os nervos. Aterra e equilibra, traz força e coragem.

Ajuda as pessoas que querem retomar o comando de suas vidas. Prepara o espírito para a passagem, liberando o medo e as mágoas.

É a fragrância do perdão. Auxilia a liberar o passado de grilhões de nossa própria criação, aqueles que nos fazem repetir ações que afetam a liberdade do espírito. Expande a consciência. Perfeito para unções e equilíbrio dos chakras. Maria Madalena lavou os pés de Jesus com nardo.

“Jesus estava à mesa. em Betânia, na casa de Simão, o leproso, quando chegou uma mulher com um vaso feito de alabastro, cheio de perfume de nardo legítimo, de grande valor. quebrando o vaso de alabastro, derramou-lhe o perfume sobre a cabeça.” (Marcos 14:3).

Esses são alguns dos óleos sagrados. Em todas as épocas e regiões existem plantas de força também consideradas sagradas para os povos do lugar.

À guiza de lembrança podemos citar o Palo Santo nos Andes, o Breuzinho na Amazônia, as Sálvias na América do Norte, o Tea tree na Austrália, a Lavanda na Europa, entre outras. Se uma planta te faz muito bem ela pode ser sagrada para você.

Namastê!

Fontes:”Óleos Essenciais par a Espiritualidade” http://aromatalks.com
“A Utilização Ritual e Mágica dos Perfumes” Richardard Alan Miller e Iona Miller, Ed. Nova Era
“A Arte da Aromaterapia” Robert Tisserand, Ed. Roca
“Aromaterapia Holística” Ann Berwick, Ed. Nova Era
“Bíblia Sagrada”, Ed. Vozes.

10 Comments
  • fernando
    Posted at 08:03h, 25 dezembro

    Parabéns muito bom, mais gostaria de saber sobre aloés ou babosa, grato.

  • Francisco Matheus
    Posted at 00:58h, 02 janeiro

    Obrigado pelo esclarecer dos significados, de como e por que usar estes óleos!
    Sou mineiro. Estou longe da sua loja, mas peço a Deus a provisão para o criador desse site! Abriu me os olhos!

  • Urbano Jorge
    Posted at 08:23h, 02 janeiro

    Bom dia a todos ! Peço que indique onde encontro a essencia ou oléo ( madeira de aloés) desde já agradeço. At. Urbano

  • Fernanda
    Posted at 13:38h, 03 janeiro

    Otimo

  • Anna Hohmann Catelli
    Posted at 14:29h, 15 janeiro

    muito boa explicação sobre os osleos essenciais…….

  • Márcio
    Posted at 05:14h, 26 janeiro

    Bom dia !
    Gostaria e saber onde comprar este óleos e incenso de nardo.
    Sem mais,
    Att

  • Canteiros Aromaterapia
    Posted at 13:11h, 28 janeiro

    Oi Márcio,

    A Canteiros tem vários desses óleos em estoque na nossa loja em Curitiba. Online, você pode encontrá-los na loja virtual da Laszlo que faz entregas em todo Brazil. O site é http://laszlo.ind.br/loja/. Não temos incenso de nardo disponível no momento.

  • Canteiros Aromaterapia
    Posted at 13:11h, 28 janeiro

    Obrigada Anna!

  • Canteiros Aromaterapia
    Posted at 13:17h, 28 janeiro

    Oi Urbano,

    Desconhecemos um fornecedor no Brasil que tenha o óleo de aloé lenhoso. É um óleo considerado bastante raro e caro. É possível comprá-lo no exterior ou importá-lo, mas as taxas serão bem altas.

  • Canteiros Aromaterapia
    Posted at 13:17h, 28 janeiro

    Obrigado pelo comentário, Francisco!

Post A Comment